Por quê Dialogo Chino?

Por quê Dialogo Chino?

O intercâmbio comercial entre China e América Latina cresce 23% ao ano desde 2000. O gigante asiático deve tornar-se o segundo maior parceiro comercial do sub-continente até 2016 ultrapassando, inclusive, a União Européia. Hoje, a China é o maior emprestador para a região. Entre 2005 e 2013, a China emprestou US$ 102 bilhões a países latino-americanos. Só em 2010, foram US$ 37 bilhões. Esse valor é superior ao que emprestaram juntos os bancos Mundial, Interamericano de Desenvolvimento e de Exportação e Importação dos Estados Unidos.

Esses dados mostram como a China é importante para a América Latina. E como os países latino-americanos são fundamentais para o desenvolvimento do maior país asiático. Com a crise econômica mundial, que atingiu em cheio os países em desenvolvimento, o gigante asiático transformou-se em uma espécie de salva-vidas para a América Latina. A necessidade de recursos naturais, abundantes em solo latino-americano, fez com os chineses aportassem em terras além mar. Exatamente no momento em que o governo chinês estimulou a globalização de sua economia.

Os chineses vieram atrás do que não têm para garantir a subsistência de sua população de 1,3 bilhão de pessoas: petróleo, por causa do gás e da energia; grãos, como a soja; metais e minerais. Os países em desenvolvimento da América Latina, carentes de recursos financeiros e infraestrutura, encontraram na China a parceria ideal. O resultado foi uma avalanche de união de empresas chinesas com latinoamericanas, financiamentos de obras de infraestrutura como ferrovias, rodovias, hidrovias, portos, canais interoceânicos.

Bom para todo mundo? Que impacto no meio ambiente causa a construção do Canal da Nicarágua, que liga os Oceânicos Pacífico e Atlântico? Que tamanho tem o desmatamento para construção da rodovia transcontinental ligando Brasil e Peru e desembocando no Pacífico? A exploração de metais e minerais como o cobre no Chile e no Peru tem seguido regras para impedir a poluição do solo, da água e do ar? A soja exportada pela Argentina para a China está transformando o país em um monocultor? E, por que os chineses devem se preocupar com países e povos que estão do outro lado do mundo?

Para facilitar a discussão de temas como esses, Diálogo Chino publica informações acessíveis e confiáveis em espanhol, português e inglês. Embora a relação entre China e América Latina cresça em escalas gigantescas, e seus impactos sociais e ambientais sejam cada vez maiores, ela ainda não despertou a atenção da grande mídia e dos formadores de opinião. Ao lançar dialogochino.netchinadialogue.net  oferece uma plataforma com informações para que se compreenda os impactos desse novo capítulo da política global da China e os desafios ambientais que ela representa.

No Comments

Sorry, the comment form is closed at this time.